quarta-feira, 19 de maio de 2010

Pedido de ajuda...


Eu, Professor Jânio, recebi mensagem de minha prima, Carmem, de São Bernardo, solicitando ajuda para levar sua filha adolescente (Maria da Graça Nunes) para São Paulo para realizar um tratamento muito delicado e que custa cerca de cinquenta mil reais.

Segundo minha prima, o SUS não acatou a solicitação para o tratamento.

A família está tomando diversas iniciativas, como a realização de um bazar beneficente no dia 29 de maio.

Ela aguarda contribuições com dinheiro e/ou com objetos para o bazar (roupas, sapatos...).

Estaremos fazendo a arrecadação lá no Conselho Tutelar de Chapadinha-MA, em horário comercial, especialmente por se tratar de adolescente.

A arrecadação será até o dia 28, quando enviaremos a São Bernardo-MA.

De já, a família agradece a atenção e qualquer forma de contribuição.

Muitas vezes, a gratidão não vem pela quantidade da ajuda, mas pela hora cerca em que se ajuda.

Obrigado.

Professor Jânio



terça-feira, 18 de maio de 2010

Hoje é "18 de maio" - Dia de Combate à Violência Sexual à Criança e ao Adolescente!

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO!

Os organizadores estão na reta final dos preparativos para a realização do dia "D" de Combate à Violência Sexual a Crianças e Adolescentes.

A concentração será ao lado do Conselho Tutelar, na rua Ananias Albuquerque, 198, centro, cruzamento da rua do Colégio FAC com o Pequeno Príncipe, atrás do Hotel Chapadinhense.


O horário de concentração é às 16 horas (quatro da tarde) e, após alguns instantes, o grupo direcionar-se-á pelas ruas de Chapadinha-MA até a Praça do Povo (Praça Irineu Veras Galvão), onde haverão algumas falas, premiações de redações sobre o tema e as homenagens.

O evento deste ano promete ter maiores proporções do que o do ano passado, devido às dificuldades e ao contexto daquele período.

Conclamamos e aguardamos a sociedade chapadinhense comprometida com a causa da Criança e do Adolescente a ser fazer presente neste dia, ao lado do Conselho Tutelar, às quatro da tarde, para esse momento cidadão.

Obrigado.


Jânio Rocha Ayres Teles

Presidente do CMDCA




domingo, 16 de maio de 2010

17 de Maio - DIA DA INTERNET


Hoje, dia 17 de maio de 2010, comemora-se há quatro anos o Dia Mundial da Sociedade da Informação, mais conhecido como "Dia da Internet".

Veja o que diz no trecho a seguir:

No ano passado, precisamente no dia 17 de maio de 2006, a UNESCO celebrou o primeiro Dia Mundial da Sociedade da Informação. A organização busca com esta celebração, a conscientização em todo o dia 17 de maio sobre os benefícios da Internet e de outras tecnologias de informação e comunicação (TICs) para o desenvolvimento da sociedade.

Ademais, esse é o objetivo da AGEIA DENSI Brasil, e dos profissionais que a compõe. Portanto, aguardem as novidades que preparamos para você, Internauta, ligado nas mudanças e tendências da sociedade da informação."

Fonte: UNESCO


Eu demorei bastante tempo para ter minha própria inclusão digital. Tive alguns e-mails mas não permanecia com os mesmos porque não usava muito e acabava perdendo a senha e até o próprio endereço eletrônico. Mas isso acontece com muitas pessoas ainda em nossa sociedade.


Até que um dia eu caí de moto e fiquei de cama uns dois meses. Colocaram um computador com internet na minha frente e, daí, comecei a acessar. Fiz um e-mail definitivo (ayres7001@hotmail.com) e abri um orkut, no qual fiquei viciado por um bom tempo.



Depois, passei a acessar por outros motivos, como por exemplo, para acessar os dois blogs mais conhecidos da cidade, o blog do professor Jefferson, da UFMA, e o do professor Ivandro Coêlho, o "Café Pequeno".

Com o surgimento do
blog da Tv Mirante, fiquei empolgado a abrir um também.

Também abri uns dois ou três antes de acertar definitivamente um.
Tenho um blog pessoal e edito outros blogs, como o do SINDCHAP, o Chapadinha Web News, o Blog dos Conselhos, o Blog do Conselho Tutelar e outros.

Através da Internet, encontrei diversos amigos que deixei pelos caminhos da vida, relembr
ei lugares por onde passei e, ainda, viajei muuuuito pelo munto.

Então, aí está minha experiência com a Internet.
Se você quer explanar suas experiências também, mande pela seção de comentários deste blog ou pelo meu e-mail ayres7001@hotmail.com , de preferência com foto. Obrigado e feliz dia da Internet!


Jânio Rocha Ayres Teles
Filósofo Chapadinhense








sábado, 15 de maio de 2010

Mensagem ao Professor Jânio!


Caro professor Jânio...

Uma simples pena em sua mão torna-se um poderoso instrumento de defesa do oprimido.

O mesmo instrumento destoa em outras mãos, que pena, a tinta não seca, mas, produz borrões, não cumpre seu papel de escritora da verdade.


QUE PENA!



Lamento o brilhantismo empregado em favor da opressão, do silêncio, da angústia do desvalido.


Lamento, ainda, que a graça de Deus em forma de conhecimento, dada a pessoas, seja usada para o desserviço, para a proliferação mal.


Neste sentido, lembro das palavras do mestre Ruy Barbosa:

De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto.
(Senado Federal, RJ. Obras Completas, Rui Barbosa. v. 41, t. 3, 1914, p. 86)
.



Este pensamento do mestre ecoa para a eternidade, isto porque se vê a nulidade correr a galope;

Ecoa para a eternidade porque a desonra tomou o lugar da honra, os homens são reféns de seu egoísmo;

Ecoa para a eternidade porque cresce a injustiça como a relva no campo, aos homens justos foi roubado o lugar;



Ecoa para a etern idade porque se agigantam os poderes nas mãos dos maus.


Mas, não ecoa para a eternidade o desânimo da virt
ude.

A virtude é algo in nato do ser humano, é parte da imago dei (imagem de Deus), não some, não se apaga, mesmo prosperando todas as mazelas sociais juntas.


Mas, ecoa para eternidade o rir-se da honra, isto porque temos lampejos de fraqueza e não o podemos negar.

Mas, confesso: também ecoa para a eternidade a vergonha de ser honesto.

Será que caio em contradição de termos? Não sei, mas, tenho vergonha, às vezes, por ver todas as forças que deveriam trabalhar para o bem do ser humano, agora, trabalharem para o mal.
A inteligência reverbera sorrateiramente o desrespeito à sociedade.

Volto a dizer: a mesma pena, a mesma tinta, a mesma graça do conhecimento, tudo isto é aplicado para o mal.

Por que será?

Será que ao defender determinadas situações não estou trabalhando pro domu sua?
(defesa em causa própria).

Não sei. Sou bobo. Não delineio com a mesma horizontalidade que outros o fazem. Sou incompetente, não sei usar a graça de Deus para ver prosperar o mal (no uso da sabedoria e do conhecimento).

Fico por aqui, lembrando-me do mestre Ruy Barbosa. E lembrando-me dele, fico pensando: será que Ruy Barbosa estava vislumbrando os dias hodiernos? Não sei! Não ouvi falar que o mestre Ruy era clarividente.

Mas, espero, alimento a esperança de ver prosperar o bem comum, aliás, todo cristão vive de esperança. Um dia vou ver prosperar a bondade e isto não é utopia.

Rev. Oziel Galvão



Fonte da foto do Pastor Oziel:

http://www.bloginterligado.com.br/2010/05/manifesto-do-conselheiro-rev-oziel-da.html



sexta-feira, 14 de maio de 2010

13ª Conferência Municipal de Saúde de Chapadinha-MA - 2010



Para o primeiro dia, foi bom.

Como sempre, lideranças da Sociedade Civil se digladiaram em debates hora significativos, hora aparentemente simplórios, o que deixa uma sensação de inutilidade da discussão e do processo de Conferência.
Na verdade, Conferência é assim mesmo. Os detalhes fazem toda a diferença, a começar pelo Regimento Interno do Evento.

Houve a composição da mesa, da qual fizeram parte o senhor coordenador Joaquim (Bic-Bic), a senhora prefeita Danúbia e o senhor vereador Jorge (ACS), além da senhora secretária de Saúde, Dra. Coutinho.

O tom de abertura foi tranqüilo. Nada tenso como alguns poderiam esperar (como assim? ... ).

Contudo, o segundo dia é bem conhecido por todos os que têm experiência com Conferências: primeiramente ocorrem as palestras e os debates; depois tem os trabalhos em grupo e as plenárias; e, finalmente, a escolha de Delegados para a Conferência Estadual e dos Conselheiros Municipais da Saúde.







Mas quero destacar, aqui, a atuação importante dos meninos do Projeto Vida, da Sociedade Esportiva Real Brasil, que apresentaram-se do início ao fim em momentos de intervalo.

O Real Brasil já vem desempenhando atividades com Crianças e Adolescentes há mais de 20 anos e teve uma atuação eficiente e destacada no ano de 2007 com o desenvolvimento do Projeto Sentinela, atendendo a um público de mais de mil Crianças e Adolescentes de nosso município com atividades principalmente preventivas da violência sexual à criança e ao adolescente.
Atualmente, a Entidade desenvolve o Projeto Vida, que aguarda apoio do Poder Público Municipal e já vem sendo apoiado com voluntariado e financeiramente por parte de empresários e da sociedade em geral, o que ainda não é suficiente para cobrir o custo das atividades.
E olha só quem cantou com os adolescentes...
...a prefeita:


A Entidade, juntamente com o Conselho Tutelar, Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, o Poder Público Municipal e diversas lideranças sociais de nosso município, estão realizando atividades de divulgação do dia 18 de maio – dia “D” de combate à violência sexual à criança e ao adolescente, como ápice das ações nesta próxima terça feira, com a caminhada da campanha e a premiação de redações sobre o tema.

Toda a programação do evento será divulgada na mídia local e em artigo mais adiante.

Conclamamos a sociedade chapadinhense a participar desse momento cívico em nosso município.

Obrigado.


Professor Jânio
Filósofo Chapadinhense

O que Maquiavel tem a nos dizer?


Veja as frases e pensamentos dele e analise...

"Se o partido principal, seja o povo, o exército ou a nobreza, que vos parece mais útil e mais conveniente para a conservação de vo
ssa dignidade está corrompido, deveis seguir o humor e desculpá-lo. Em tal caso, a honradez e a virtude são perniciosas."
TRADUZINDO: se o mundo está corrompido, quem é honesto se torna criminoso.

"Em todas as coisas humanas, quando
se examinam de perto, demonstra-se que não se pode afastar os obstáculos sem que deles surjam outros."
TRADUZINDO: se já estava ruim sem a aprovação das contas... pior mudando a lei antes de uma Conferência.

"As armas devem ser usadas em última instância, onde e quando os outros meios não bastem."

TRADUZINDO: enquanto
um afago for suficiente, não precisa perseguir.

"Todos os Estados bem governados e todos os príncipes inteligentes tiveram cuidado de não reduzir a nobreza ao desespero, nem o povo ao descontentamento."
TRADUZINDO: a arte de governar está em agradar os ricos e iludir os pobres.

"A natureza dos homens soberbos e vis é mostrar-se insolentes na prosperidade e abjetos e humildes na adversidade."
TRADUZINDO: alguém que telefona p
ra você pode estar pedindo algo. Mas pode estar oferecendo também.

"Não pode ter grandes dificuldades qu
ando abunda a boa vontade."
TRADUZINDO: a desaprovação surge quando a comunicação d
esaparece. Quem não se comunica se trumbica.

"Vale mais fazer e arrepender-se, que não fazer e arrepender-se."

TRADUZINDO: quem fez mal feito fez mais do que quem não fez (que frase enrolada!)

"Um povo corrompido que atinge a liberdade tem maior dificuldade em mantê-la."
TRADUZINDO: quem nunca comeu rapadura, quando come, se lambusa.


"Os homens prudentes sabem sempre tirar proveito dos atos a que a necessidade os constrangeu."

TRADUZINDO: não reaja n
o mesmo nível... senão dá empate e não vale a pena.

"Eu creio que um dos princípios essenciais da sabedoria é o de se abster das ameaças verbais ou insultos."
TRADUZINDO: se quizeres chamar o outro de ladrão... mesmo que tenha p
rovas, diga: vossa excelência é um larápio.

"Os homens esquecem mais rapidamente a morte do pai do que a perda do patrimônio."

TRADUZINDO: pague em dia e o povo se cala.


"Os que vencem, não importa como vençam, nunca conquistam a vergonha."

TRADUZINDO: nem sempre vence o melhor, mas às vezes vence o mais rico, o mais cheiroso, o mais ...


"Nunca se deve deixar que aconteça uma desordem para evitar uma guerra, pois ela é inevitável, mas, sendo protelada, resulta em tua desvantagem."
TRADUZINDO: não minta para encobrir um crime... pois serás além de criminoso, mentiroso.

"As injúrias devem ser feitas todas de uma só vez, a fim de que, saboreando-as menos, ofendam menos: e os benefícios devem ser feitos pouco a pouco, a fim de que sejam mais bem saboreados."
TRADUZINDO: quando fores te defender na TV ou na rádio, junte todos os inconformados de uma só vez, para sua inconformidade não virar tagarelice.


"Quem se torna senhor de uma cidade habituada a viver em liberdade e não a destrói, espere para ser destruído por ela."

TRADUZINDO: uma cidade livre não pode ser governada por um tirano. Se isso acontecer, ou a cidade será destruída... ou o tirano será gilhotinado.

"São tão simples os homens e obedecem tanto às necessidades presentes, que quem engana encontrará sempre alguém que se deixa enganar."
TRADUZINDO: custa tão pouco alimentar puxa-sacos.

"Os homens devem ser adulados ou destruídos, pois podem vingar-se das ofensas leves, não das graves."
TRADUZINDO: muitas vezes, um puxa-saco que elogia pouco sofre mais penalidades que um opositor no palanque te chamando de corrupto.


"Mas a ambição do homem é tão grande que, para satisfazer uma vontade presente, não pensa no mal que daí a algum tempo pode resultar dela."

TRADUZINDO: enquanto o TITANIC afunda, muitos se preocupam com o garçon que não chega.



Fonte:

http://www.frasesfamosas.com.br/de/maquiavel/pag/1.html




Professor Jânio
Filósofo Chapadinhense




quinta-feira, 13 de maio de 2010

Boicote à Conferência Municipal de Saúde 2010?

O senhor Alexandre Pinheiro publicou em sua página a informação de que "Entidades ameaçam boicotar Conferência".

Isso causa-me estranhamento, pois este seria o momento em que mais elas poderiam estar mobilizadas a participar, pois percebem que suas ações e decisões no Conselho de Saúde, apesar de toda a influência que o Poder Público Municipal tem sobre o Conselho, têm obtido êxito.

Vejamos o trecho publicado por Alexandre e depois continuo a comentar:

"Depois que a Câmara Municipal aprovou uma lei que proíbe a eleição de membros do Conselho de Saúde por mais de dois mandatos consecutivos, entidades da sociedade civil ameaçam boicotar a 13ª Conferência, que terá início nesta sexta-feira(14), na sede do Aldeota Clube.
O governo municipal, por meio da Secretaria de Saúde, insiste no convite á sociedade civil. A secretária Maria José Coutinho informou que mandou ofício-convite a todas as entidades sociais. “Estamos fazendo tudo para que a Conferência tenha a participação de todos e seja bastante representativa, vou usar os meios de comunicação para reforçar o convite”, concluiu a secretária."

Fonte:
Blog do Alexandre: http://alexandre-pinheiro.blogspot.com/2010/05/entidades-ameacam-boicotar-conferencia.html

Apesar dos esforços do Governo Municipal através da Secretaria de Saú
de, ao insistir em convidar a Sociedade Civil, inclusive por ofícios e meios de comunicação, o comentário de Alexandre demonstra uma certa preocução das lideranças do Poder Público Municipal em não conseguir o apoio institucional necessário para respaudar a composição do novo Conselho.

Suponho que, se entidades pretendem boicotar a Conferência, isso se deva p
elo fato de que não se sintam à vontade em indicar representantes que, mais à frente, podem ser responsabilizados perante a população pela desaprovação das contas da Saúde do Município e, assim, haver a redução de recursos federais.

Além disso, caso os senhores conselheiros venham a aprovar contas que, porventura, encontrem-se irregulares, o ônus da cobrança do Ministério da Saúde cairá sobre eles, redimindo em grande parte as lideranças
municipais de qualquer culpabilidade.

Dr. Almir sintetizou com grande propriedade o momento em que estamos passando, dizendo em outras palavras: não vivemos mais uma ditadura, como a dos anos 60 a 80. Mas ainda não aprendemos a vivenciar plenamen
te a Democracia.

Na verdad
e, condicionantes econômicos podem interferir muito mais em nossa vivência democrática do que a consciência política que nutrimos em nosso íntimo.

Contudo,
o que promove realmente a vivência da Democracia é mais a DIALÉTICA do que a concepção teórica de Cidadania.

Entretanto, não podemos utilizar as palavras como meios para ferir, mas para edificar, é nisso que acredito. Mas não podemos deixar de dizer o que tem que ser dito, mesmo que de maneira branda e sutil.

Finalizando, deixo-vos com uma célebre frase de Che Guevara que ilustra bem o meu pensamento:

"Hay que endurecer, pero sin perder la ternura jamás!"



Católicos e Evangélicos, Padres e Pastores, manifestam sua indignação pela degradação dos valores em Chapadinha-MA











A sociedade chapadinhense tem acompanhado atônita os seguidos escândalos do Poder Público Municipal, o envergonhamento do grupo político dominante e, ainda, o carnaval da oposição frente às diversas mancadas e erros estratégicos cometidos pela senhora prefeitura, vereadores e pessoas próximas.
No início, parecia radicalismo dos Professores (ao realizarem 3 paralizações no período de um ano). Os mesmos tiveram seus atos chamados de "criminosos" pelo senhor Magno Bacelar, em rádio local.

Depois, foi a manifestação de denúncia sobre a Avenida Ataliba Vieira de Almeida, denunciada pelo grupo do poder como ato da "oposição".

Os blogs da cidade já não abordam tanto problemáticas como crimes averiguados pela polícia ou, mesmo, eventos de nosso município. Praticamente têm se dedidado a noticiar os escândalos políticos da Administração Pública Municipal.




Pois bem...




Agora, tem-se percebido um levante de lideranças religiosas contra a depravação dos valores éticos e morais, seja da sociedade, seja da política local.



Como sempre, o Padre Neves denuncia a imoralidade e a corrupção em nosso município. Geralmente permanecia uma voz meio que solitária no deserto, pois a população permanecia apática e discreta (fora alguns petistas, rs), especialmente as lideranças evengélicas.

Agora, a indignação e a revolta tomou conta da sociedade em geral e a aberração contra o Evangelho passou a ser denunciada por outros Padres (já o era também, mas agora de forma mais contundente) e por pastores de nossa cidade.

Há como negar o clima de descontentamento? Dá pra acusar todo mundo de "fracassados", "oposição" ou "sanguessugas"?

Lembro-me muito bem quando o Pastor Pedro Vilela, ilustre morador de Chapadinha e proveniente do Rio de Janeiro (conhecedor de outras realidades) que, corajosamente, colocou seu programa jornalístico em função da denúncia e da manifestação profética da verdade.



Paralelamente a isso, o Pastor Oziel atua de maneira eficiente e também corajosa junto ao Conselho de Saúde e movimentos sociais em nosso município pelo bem comum e a denúncia do anti-evangelismo em nossa cidade.

Percebe-se, ainda, em tudo isso, a manifestação real do profetismo bíblico, abandonando posturas religiosas apáticas e restritas ao aspecto etéreo da espiritualidade, conforme apregoado por Santo Agostinho.




O incentivo à promiscuidade e à degradação dos valores da família, promovida através de eventos inclusive patrocinados pelo Poder Público Municipal, também são alvo de revolta e denúncia por parte de nossas lideranças religiosas. Dinheiro para bandas e farras... tem! Para a promoção da cultura (verdadeira) e da formação da juventude... minguado!

Vemos, então, a manifestação real do pensamento de Tomás de Aquino, um filósofo, religioso e sábio que afirmou que a fé, desvinculada da vida concreta do povo, é vazia, é demoníaca e alienante.




Se quizeres perceber e comprovar a atuação forte de nossos líderes religiosos (Católicos e Evangélicos), protestantes em outra conotação da palavra, acessem os seguintes links a seguir:

http://pedroc72.spaces.live.com/ de 13 de maio de 2010

http://www.bloginterligado.com.br/2010/05/manifesto-do-conselheiro-rev-oziel-da.html













quarta-feira, 12 de maio de 2010

Acerto estratégico... Erro político!



A Câmara Municipal de Chapadinha ratificou o erro político, segundo minha avaliação, da Gestão Pública Municial que encaminhou à Casa Legislativa Projeto de Lei alterando a composição do
Conselho Municipal de Saúde há cerca de um mês depois da desaprovação das contas da Saúde e dois dias antes da Conferência Municipal de Saúde.

Não contesto, aqui, os argumentos de democratização da participação popular ou coisa parecida. Contesto, sim, foi a péssima hora a que fora encaminhado o Projeto de Lei, quando o município respira um clima de ressaca pela desaprovação das contas do município na Secretaria de Saúde por parte do Conselho de Saúde.



Não há como olvidar o fato de que, a aprovação desta Lei restringindo a participação de pessoas da Sociedade Civil Organizada ao Conselho sôa como perseguição, represália ou, até, como falta de maturidade política para encarar a realidade de que tudo está vindo à tona, isto é, aquilo que pode já vir ocorrendo de irregularidade há anos está emergindo à sociedade através da participação ativa de lideranças sociais nos Conselhos.

Aí está o erro político, isto é, na declaração direta de descompromisso com as reivindicações e espectativas da Sociedade Civil Organizada por parte do Poder Público Municipal.

E quem chama esse movimento de moralização da Administração Pública de "oposição", engana-se plenamente. A própria "oposição" em nosso município tem descoberto o poder dos Conselhos e da Sociedade Civil como instrumento de transformação social.





O Ministério Público já foi contactado e já encontra-se ciente dos fatos e da fundamentação dos Conselheiros de Saúde.




Aquela velha forma de oposição caracterizada pela simples ida às ruas ou por declarações acalourada
s em plenário, mídia ou palanque, encontra-se fragilizada e defasada frente à atuação eficiente e comprometida em meio às Organizações Sociais, especialmente nos Conselhos.

É uma pena, mas hoje fomos testemunhas da realidade política em que estamos inseridos em nível municipal, estadual e nacional.

Deixo aqui minha indignação...


não com os(as) senhores(as) vereadores...

somente...

mas com a estrutura política de nosso país que deixa reféns do poder econômico pessoas que, muitas vezes, pretendem fazer a diferença e mudar para melhor a vida da população.

Jânio R. Ayres Teles







Imaturidade e ser Adulto por Pascal Bruckner

Padre Pedro escreveu em seu blog e eu considerei muito interessante e publiquei:

"Imaturidade e ser Adulto por Pascal Bruckner

(Verbo aniversariar, aos 38 anos: 12-05-2010)

[1.] As duas imaturidades “Contrariamente a uma idéia heróica propagada com freqüência, não existe humanidade possível sem regressão, sem caduquice ou balbucios, sem deliciosas recaídas na tolice. O triste marcapasso da vida, para ser suportável, dever ser acompanhado também de uma indefectível puerilidade que se rebela contra a ordem e a seriedade. Porém existe uma boa utilização da imaturidade, uma maneira de se colocar mais perto dos encantos da infância, que alimenta em nós um impulso vivificante contra a esclerose e a rotina. Com efeito, a cada etapa da vida, dois perigos nos espreitam: o da renúncia, que quer passar por sabedoria e muitas das vezes é apenas a face do medo; e do caricatura que nos incita a imitar a juventude, a simular um entusiasmo eternamente juvenil. De que maneira amadurecer sem se resignar, guardar um frescor de espírito sem recair no simplismo adolescente?

Ora, o que nos mostram os instantes de graça da existência, esses maravilhosos momentos em que submergimos no êxtase, é que existem duas infâncias possíveis numa vida: a primeira nos deixa na puberdade, e a segunda, da idade madura, surge por explosões, visitas ardentes e foge de nós assim que tentamos capturá-la. A infância é uma segunda candura que encontramos após tê-la perdido, uma ruptura benéfica que nos irriga de sangue novo e quebra a carapaça dos hábitos. Portanto, há uma maneira de se colocar em postura infantil que é uma possibilidade de renovação contra a vida petrificada e fóssil: uma capacidade de reconciliar o intelectual e o sensível, de sair da duração, de acolher o desconhecido, de se espantar com a evidência. Viver todas as suas infâncias, como aconselhava São Francisco de Sales, é permanecer próximo da fecundidade dos primeiros anos, romper os limites do velho eu mergulhando-o num banho lustral.

Esta talvez seja uma vida realizada: uma vida em estado de renascimento, de eternas retomadas, em que a faculdade de recomeçar é mais importante do que o caráter adquirido e a preocupação de o conservar. Uma vida em que nada está petrificado, irreversível, e que concede, mesmo ao destino aparentemente mais rígido, uma margem de jogo que é a margem de jogo que é a margem da liberdade. Então a infância não é mais um refúgio patético, o inconfessável disfarce em que cai o velho adulto murcho, mas o suplemento de uma existência já desabrochada, o alegre transbordamento daquele que, tendo cumprido seu caminho, pode se retemperar na espontaneidade e no encanto dos primeiros tempos. Assim, a infância, como graça quase divina, pode atingir a face do ancião, tanto quanto a senilidade precoce pode se imprimir na do rapaz. “Não é mais surpreendente nascer duas vezes do que uma” (princesa Bibesco)” (1).

[2.] Be Yourself Idealmente falando, o que é ser adulto?

É consentir em certos sacrifícios, renunciar às pretensões exorbitantes, aprender que é melhor “vencer nossos desejos do que a ordem do mundo” (Descartes).

É descobrir que o obstáculo não é a negação, e sim a própria condição da liberdade que, se não encontra nenhum entrave, é apenas um fantasma, um capricho vão, já que só existe pela igual liberdade dos outros, baseada na lei.

É reconhecer que nunca nos pertencemos inteiramente, que de certa maneira nos devemos ao próximo, que abala nossa pretensão à hegemonia.

Por fim, é compreender que é preciso nos formar transformando-nos, que nos fabricamos sempre contra nós, contra a criança que fomos, e que nesse caso qualquer educação, mesmo que seja a mais tolerante, é uma provação que nos infligimos para nos arrancar ao imediatismo e à ignorância.

Em resumo, tornar-se adulto – se por caso o conseguimos – é fazer o aprendizado dos limites, é renunciar às nossas loucas esperanças e trabalhar para ser autônomo, capaz tanto de se inventar quanto abstrair-se de si” (2).


(1) BRUCKNER, Pascal, A Tentação da Inocência, Ed. Rocco, Rio de Janeiro, 1997, pp.98-99. (2) Idem, o.c., pp. 104-105.

TRANSCREVEU: Pedro José, Chapadinha, 12-05-10; 3927 caracteres (incl. espaços). Obs. Os destaques, as numerações e os parágrafos (nomeadamente da segunda temática “Be Yourself ”) não se encontram no texto-ensaio original, são da nossa responsabilidade. É um recurso de apropriação.





Adaptado de:


http://pedroc72.spaces.live.com/blog/cns!3AD9FC88C8170E02!759.entry?sa=236770324



terça-feira, 11 de maio de 2010

De novo não... Não ao "Tiro no Pé"!


Ainda não podemos afirmar nada, mas o Poder Público Municipal pode estar caminhando, mais uma vez, para um belo "Tiro no Pé".

Trata-se do seguinte
trecho que tive acesso hoje:

"CONVOCAÇÃO

A PRESIDENTE DA CAMARA MUNICIPAL DE CHAPADINHA, ESTADO DO MARANHAO, NO USO DE SUAS ATRIBUIÇOES LEGAIS, COM FULCRO NO ARTIGO. 29 INCISO XIII, ALINEA "A" , DO REGIMENTO INTERNO, EM FASE DA CONVOCAÇÃO N 04/2010, VEM CONVOCAR A CAMARA MUNICIPAL DE CHAPADINHA-MA, PARA REALIZARÇÃO DE UMA SESSAO ESTRAORDINARIA, NO DIA 12 DE MAIO DE CORRENTE ANO, AS 10:00H, A FIM DE DELIBERAR SOBRE O SEGUINTE ASSUNTO: PROJETO DE LEI N 09/2010, QUE REVOGA A LEI N 994/2005 E ALTERA DISPOSITIVOS DA LEI 903/2001, QUE TRATA SOBRE A COMPOSIÇÃO DO CONSELHO MUNICIPAL DE SAÚDE E DÁ OUTRAS PROVIDçENCIAS."


O que estou querendo dizer por "Tiro no Pé" é o fato de que recentemente o Conselho Municipal de Saúde não aprovou as contas da Gestão Pública Municipal referente ao ano de 2009 e, ainda, manteve a desaprovação (sob júdice) de 2008.

Além disso, nesta sexta feira, dia 14 de maio de 2010, iniciar
-se-á mais uma Conferência Municipal de Saúde, onde serão escolhidos novos conselheiros.

A entrada do Projeto de Lei exatamente no período intermediário entre a desaprovação das contas e a realização da Conferência deixa uma conotação bastante desagradável para o Poder Público Municipal.

Isso porque, caso haja algum ítem que limita o poder de atuação e fiscalização dos Conselheiros e, até, deixe a entender qualquer forma de represália em relação aos conselheiros que desaprovaram as contas, o Poder Público Municipal assumirá uma postura autoritár
ia e anti-democrática.

Além disso, declarará embate direto com lideranças e entidades da Sociedade Civil o que, a curto prazo pode oferecer um ganho imediato à Prefeitura mas, contudo, a médio e/ou longo prazos, inviabilizará a manutenção e/ou expansão do poder.

Senhora prefeita, senhores vereadores, não é hora de acirrar os ânimos. A imagem de um governo vale muito mais do qu
e um ganho imediato.

Esperamos sensatez e prudência à Câmara de Vereadore
s neste momento tão delicado de nosso muncípio.

Mais uma vez eu lembro os Profetas da Bíblia que, em sua época, avisaram aos poderosos dos rumos perniciosos que seus impérios estavam seguindo e, mesmo assim, eram tratados como inimigos, oposição ou radicais. O destino de todos esses impérios foi o ocaso.

Lembro, ainda, dos avisos que os comanda
ntes do Titanic receberam de seus subalternos e, mesmo assim, afirmaram que "nem Deus afunda o Titanic".

O que quero é o bem de Chapadinha. Não sou oposição nem situação. Sou um cidadão que expresso de maneira educada minhas considerações e espero maturidade e serenidade ao recebê-las, interpretá-las e respondê-las.

Obrigado.