sexta-feira, 27 de novembro de 2009

RESPOSTA AO SR. HERBERT LAGO... "Hay que endurecer... pero sin perder la ternura jamás! T. Guevara

Muito interessante o comentário do sr. Herbert Lago à minha pessoa...




"Enquanto alguns setores do movimento sindical e popular resistem em não abrir mão da sua autonomia organizacional, o sindicalista e professor Jânio vem a público referendar os atos da prefeita como forma de garantir empregos e salários ameaçados. O artigo do sindicalista não constitui nenhuma surpresa é a típica fala do sindicalista pelego que tenta se colocar entre a luta dos trabalhadores e as privilegiadas posições do empresariado e dos governos".


Herbert Lago Castelo Branco
20 de Novembro de 2009 14:18"




...muito interessante mesmo!




mas... vejamos...






É muito fácil ser um... "intelectual orgânico..."




Difícil é ser um sindicalista de verdade, eficiente e convicto do que é, do que pensa e do que faz.




Assim como não preciso sair por aí sendo valentão para parecer machão... não preciso sair gritanto chingamentos pelo meio da rua para provar que sou um sindicalista.




Será que chamar um outro homem de bonito desabona minha masculinidade? Tenho convicção que não.




Da mesma forma, será que reconhecer algo de bom em uma gestão põe por terra minha convicção sindical? Tenho certeza que não, pois continuo sendo o mesmo e pensando da mesma forma. Na verdade, são justamente aqueles que não me conhecem é que me viram como alguém radical ou um seguidor de radicais.




Tenho meu estilo, minha ideologia e não estou disposto a abrir mão dela. Não preciso agir como os esquerdistas radicais agem para provar que sou de esquerda.




Tenho muito respeito à família Lago Castelo Branco e jamais pretendo ter qualquer palavra ríspida em sua direção.




BOM... agora vou falar sobre o que disse sobre Danúbia, a prefeita.




Não faço parte do grupo político de Danúbia e nem de Isaías. Não aceitei cargos ou mesmo qualquer benefício de qualquer grupo político. Tenho me mantido íntegro perante toda essa vida política e social de Chapadinha. Não tenho motivos pessoais, sociais, políticos ou qualquer outro para agredir quem quer que seja. Esse não é o meu estilo.
Não vou me eximir de conviver com pessoas só porque elas fazem parte de um grupo político A ou B.


Sou sindicalista por convicção, para contribuir com o nosso Sindicato assim como tenho feito com o Conselho de Direitos e com o Conselho Tutelar. Essa é uma forma de retribuir o que a sociedade fez por mim, especialmente quando fui seminarista e daí tive minha formação para a vida e para a cidadania.


Não estou em movimentos sociais para brigar, mas sim, para disponibilizar à sociedade, especialmente àqueles que mais precisam dos conhecimentos e das habilidades que possuo. Prova disso foi a contribuição que prestei ao Projeto Sentinela na associação Real Brasil.


Eu poderia estar utilizando meus conhecimentos para ganhar muito dinheiro, seja em Chapadinha mesmo, seja em outros lugares por onde já morei. Não fiz isso. Resolvi voltar para nossa cidade, ser professor e agente social.
Em todos os lugares por onde já passei sempre me tornei liderança e conquistei a confiança e o respeito das pessoas.


A política foi apenas um acidente de percurso. Uma experiência apenas. Não preciso ser vereador ou prefeito para provar que quero o bem da sociedade. Prova disso é que não paro um minuto sequer.


Enquanto isso, alguém me chama de "Pelego"?


O que é ser Pelego? É aquele que está no dia-a-dia da atuação sindical ou é aquele que atua teoricamente em uma sala de ar condicionado imaginando e emitindo opiniões sobre a atuação sindical?




Bom... a resposta deve ser dada pelas consciências...





Quanto ao que disse, realmente, sobre a prefeita:




Sou Socialista, defendo a idéia do bem comum e da fraternidade universal entre as pessoas, entre os povos.




O Socialismo defende o fortalecimento do Estado enquanto instância de proteção do cidadão em todos os setores de sua vida, especialmente no que diz respeito à educação, saúde e, principalmente, ao emprego.




Mas como é que demonstrei aprovação quanto à atuação de Danúbia ao demitir?




É claro!




Em primeiro lugar, grande parte daqueles funcionários, contratados, diga-se de passagem, poderiam ter recebido seus cargos a partir de alianças e favores políticos (não posso afirmar...).




Em segundo lugar, não é preciso ser um Socialista convicto para saber que o Neoliberalismo defende a precarização do emprego, preferindo funcionários contratados e/ou terceirizados a realizar concursos e a manter servidores efetivos.




Danúbia, ao demitir, demonstra estar mais interessada em uma política de fortalecimento do emprego estável do que em beneficiar-se com engodos de um cabide de empregos. Um Neoliberal defenderia a cada vez maior precarização do emprego. Eu não! Quando alguém resolve tomar uma decisão no sentido do fortalecimento da classe trabalhadora, eu aprovo.




Parece contraditório, mas as demissões realizadas fortalecem tanto os servidores quanto o Sindicato. É isso mesmo! Cada vez mais os servidores percebem que a estabilidade no emprego depende, e muito, da força demonstrada pela classe perante o Poder Público Municipal.






QUANTO AO PT...




Acho que a sociedade tem um grande engano ao afirmar que o PT está rachado, ou está rachando...




...que nada! O PT é rachado por natureza!




É isso mesmo!




É claro!




O PT é um partido Socialista e, como tal, inspira-se nas idéias de Karl Marx que, por sua vez, dizia que a essência da libertação do trabalhador é contradição.




A CONTRADIÇÃO de que fala Marx significa o confronto de idéias. Esse confronto é exatamente que faz com que o trabalhador venha a se esclarecer e a exercitar seu confronto com o patrão.




Aqueles que acham que o confronto interno no PT é um sinal de crise, na verdade, estão muito enganados... ...o confronto é a essência do PT e do Socialismo.
Para o Socialismo... o confronto é salutar. Não é Socialista quem não sabe disso...




Quanto mais existe o confronto de idéias no PT, mais esse partido demonstra sua vivacidade e, ainda, se prepara para chegar ao poder, como foi no caso de Lula.




Não pretendo aderir ao governo de Danúbia, ou mesmo partir para a oposição. Continuarei em minha postura prudente e realista da vida política e social de Chapadinha a fim de, cada vez mais...




...aprender com quem tem algo a me ensinar, ensinar a quem acha que tenho algo a transmitir... calar quando tem alguém que pensa que me ensina... falar quando tem algúem que sabe entender nas entrelinhas...

Sei conviver com uns... e com outros... ...só não sei ser falso ou excludente. Nem me excluir das pessoas. Quem me conhece sabe disso. Sabe que digo as coisas certas e duras sem precisar ser escandaloso ou agressivo.

Deixo bem transparente minhas idéias e opiniões. Não faço jogo duplo ou sequer "abero" para qualquer embate. Sou um soldado fiel quando abraço uma causa. O pessoal do Sindicato sabe bem disso.
Lembro-me muito bem do que Danúbia e Magno disseram na rádio a meu respeito e acerca de alguns colegas nossos do Sindicato. Nosso coração não esquece. Mas precisamos mostrar nossa grandiosidade e nossa maturidade perante aqueles que não a têm ou não a tiveram.

Enfim...

Sou Socialista e o que dizia Guevara me revela...





"Hay que endurecer... pero sin perder la ternura jamás!" T. Guevara






















segunda-feira, 9 de novembro de 2009

MURO DE BERLIM... 20 ANOS... E...

09 DE NOVEMBRO DE 2009... 20 ANOS DA QUEDA DO MURO DE BERLIM!
Fico me perguntando qual o significado do "Muro de Berlim" para as novas gerações. Talvez elas não sintam o que realmente ele representou e ainda representa para o mundo contemporâneo.


Vivíamos à beira de uma 3ª Guerra Mundial, uma guerra que prometia ser Nuclear, Química e muito mais.


O Socialismo Soviético teve seu ocaso, mas como um câncer que é perfurado se espalhou pelo mundo e encontrou em diversas nações território fértil para se desenvolver e, que ironia do destino, hoje o Brasil é governado por um Socialista e, ainda mais, deixou de depender dos Estados Unidos e passou a depender da China, um país Socialista. Os países que se encontravam totalmente afinados com os Estados Unidos, em 2008, caíram na 1ª grande crise econômica mundial do 3° milênio.

O Brasil e os países em desenvolvimento, grande parte alinhados à China, não sofreram tanto os abalos da crise. Isso aponta para novos rumos: os rumos de um novo Socialismo mundial, com liberdade, economia de mercado e maior justiça social.


e... (em edição)


por: Jânio Rocha Ayres Teles


Créditos de imagens: http://educaterra.terra.com.br/voltaire/mundo/muro.htm

sábado, 7 de novembro de 2009

São Benedito do Rio Preto-MA... UMA CIDADE RUMO AO FUTURO...

Por convite do Conselho Tutelar de São Bendito do Rio Preto, fui àquela cidade para ministrar uma palestra e uma oficina no I Fórum da Adolescência e Juventude do Baixo Munim, com o tema "Juventude em um mundo Globalizado".
O evento foi ótimo! A prefeitura demonstrou bastante compromisso com a formação cidadã de sua juventude, pois, ao invés de estar patrocinando bandas de forró e a promiscuidade que degrada a sociedade e os valores, promove um evento que fala de Democracia, Meio Ambiente, Inclusão Digital, Convivência Familiar, Prevenção das Drogas, e muito mais.
Além disso, disponibilizou estrutura para que os organizadores oferecessem recursos tecnológicos de comunicação, locomoção para os participantes e palestrantes e uma mobilização geral de um corpo de colaboradores da prefeitura para contribuirem para o sucesso do evento.
O senhor prefeito Cleomar não pode estar presente, mas enviou representante a altura.
O evento durou três dias, começando na quinta feira, 05, indo até sábado, 07.
Quero ressaltar outra coisa...
É incrível como a cidade de São Benedito do Rio Preto-MA está ficando bonita! É verdade! Toda a cidade está asfaltada, até em áreas periféricas. Limpeza, organização e sinalização... tudo isso e muito mais...
Taí, dá até vontade de morar numa cidade assim...
Parece um condomínio em pleno interior do Maranhão.
Me chamou a atenção, ainda, a educação da população, especialmente dos jovens. É mesmo! Ministrei a palestra e a oficina e percebi grande atenção e respeito por parte do público. Algo de se lovar hoje em dia!
Parabéns São Benedito do Rio Preto-MA por sua qualidade de vida e pela beleza com que estás ficando.
por: Jânio Rocha Ayres Teles
Obs.: estou editando as fotos do evento e colhendo mais dados para que possa melhorar este artigo. Aguardem!

sábado, 31 de outubro de 2009

PROFESSOR JÂNIO EM... APOLOGIA AO SENADO... CONTRA TUDO E CONTRA TODOS... (menos contra o SENHOR)

Os fatos gerais de 2009 referentes ao Senado brasileiro deixam transparecer um clima de revolta contra aquela casa.


Quero alertar para o fato de que, não é porque lá ocorram distorções do verdadeiro sentido do fazer política que iremos pretender o fim daquela instituição.
Na verdade, eu, professor Jânio, considero o Senado a instituição mais democrática de todo o sistema político brasileiro e digo ainda que os outros poderes precisam conhecer e se aproximar mais dessa sua forma de organização.


É isso mesmo!

É o Senado, instituição que reúne 03 (três) representantes de cada Estado brasileiro de maneira igualitária, independentemente do poder aquisitivo e da quantidade de população.

O poder de um senador do Maranhão é o mesmo de um senador do Rio Grande do Sul, por exemplo.



O poder de um Estado como o Acre é o mesmo de um Estado como Minas Gerais.



Bom, poderiam haver muitos outros exemplos. Mas o que importa agora é o fato de que o Senado precisa ser aperfeiçoado e observado com carinho.


Que outra instituição política brasileira possibilitaria que um nordestino, de um Estado humilde como o Maranhão, refiro-me a Sarney, chegasse a ocupar sua presidência?




Como um Estado como o Piauí, com dois senadores destacados como Heráclito Fortes e Mão Santa, poderia competir com o brilho dos senadores paulistas? Somente no Senado Mesmo!








É por essas e tantas outras que considero o Senado a instituição política mais importante de nosso país e a mais democrática.
por: professor Jânio










quinta-feira, 29 de outubro de 2009

UMA AULA DE FILOSOFIA NO COLÉGIO "O PEQUENO PRÍNCIPE"


Esta é a turma do 1° ano do Ensino Médio do Colégio O Pequeno Príncipe.











Tivemos neste dia uma aula de Filosofia em que realizamos uma atividade com grupos acerca do Liberalismo e do Marxismo.







Escolherei uma das produções textuais dos alunos para relatar no blog.

















Vejam só a animação dos(as) alunos(as)!





terça-feira, 27 de outubro de 2009

domingo, 25 de outubro de 2009

Que ironia do destino... É 11... a ZERO...

Realmente é uma grande ironia do destino o fato de o Chapadinha Futebol Clube ter sido abatido por 11 x 0.
Quem diria que o time que é incentivado pelo antigo prefeito de Chapadinha-MA e pela atual prefeita, adversários do 11 (onze), fora detonado justamente pelo número político adversário.
Por acaso ou por sinal do destino, a queda do "Chapadinha" representou metaforicamente o embate político de Chapadinha-MA de 2008, quando o 11 (onze) venceu as eleições.
Contudo, naquela época, em cumprimento a princípios jurídicos, o vencedor fora desqualificado, o que deu a diplomação à segunda colocada.
Mas, o que se pode perceber, é que esse novo ataque do 11 (onze) tem dado um pouco de dor de cabeça aos adversários, sendo notícia nacional e internacional. Será que isso é bom, será que é ruim? Só o futuro nos dirá.
Só que tem gente que diz que advinha o futuro. Teve gente que até "advinhou" quem seria o(a) gestor(a) de Chapadinha-MA em 2009. Será que não acertou que o Chapadinha iria perder de 11 (onze) novamente?
Será que o Karma do 11 (onze) perseguirá a atual gestão por quatro anos? Nossa! Quanto número! E será que a numerologia explica?
Vejamos!
Se nas eleições o 11 (onze) ganhou (mas não foi empossado), e agora o 11 (onze) superou o 0 (zero) do Chapadinha, duas vitórias do 11 (onze) dão 22 (vinte e dois), mais uma ironia do destino!
Por enquanto não vou mais prosseguir com essa análise numerológica, pois senão chegarei a conclusões que até eu não gostaria.
Mas o fato mais interessante e que precisa ser ressaltado aqui é o de que o amarelo da energia, e o azul da tranquilidade, estão ficando vermelhos de raiva, de vergonha e de política. É isso mesmo. A grande aliança política entre PMDB e PT em nível nacional está fazendo o vermelho dominar o Brasil e Chapadinha.
O vermelho está determinando o tom das mudanças e quem ainda não percebeu isso ficará pálido e apático frente a um futuro de uma nova realidade política que já vem se manifestando em nível nacional.

por: professor Jânio

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

TINA MONTELES... UMA PREFEITA SEMPRE SURPREENDENTE!


Não costumo comentar ou, muito menos, elogiar políticos.


Mas nesse caso não vejo problemas, já que a não tenho como me comprometer de maneira imediata.


O que pretendo aqui é demonstrar o que me chama a atenção e que eu admiro em políticos que ainda se destacam por alguma coisa.


É o caso de Tina Monteles. É verdade!


Tendo conquistado um mandato de prefeita no início desta década, muitos achavam que sua força política advinha somente de seu esposo, Júlio Monteles.


Contudo, Tina provou ser uma hábil política e, mesmo tendo ficado um mandato fora da prefeitura, retornou de forma surpreendente ao Executivo Municipal de Anapurus-MA.


Desta vez, contudo, especialmente por seus próprios méritos políticos (e de seu grupo político, é claro). É incrível, mas ela realmente se tornou uma líder política.


Mas não é por nada. Tenho presenciado algumas situações mais próximas e em algumas solenidades em que a prefeita se manifesta e tem me chamado a atenção o poder de oratória e de motivação que Tina manifesta.


Na última quinta feira, mais uma vez, Tina Monteles promoveu um grande almoço em homenagem aos professores no Recanto dos Buritis.


Após algumas falas, Tina assumiu a palavra durante quase meia hora. Mas o incrível é que a grande massa de professores e seus familiares ouviam e permaneciam com o olhar fixo na prefeita como que hipnotizados.


Tina falou de maneira empolgada e, ainda, empolgou os professores. Sua fala vai do mais coloquial (popular) ao mais sofisticado. Isso lhe dá um poder de atrair e, ao mesmo tempo, mobilizar a atenção e a admiração de muita gente.


Destacou, ainda, em sua fala, mensagens com fundo religioso (não sei qual é a religião de Tina), fundamentando suas palavras e justificando seus duros posicionamentos, até em relação aos outros poderes (Legislativo, Judiciário e Ministério Público).


De tempos em tempos, em sua fala, vem um puxão de orelha e, logo em seguida, uma historinha hilariante que deixa a todos(as) muito à vontade e descontraídos.


Tina realmente tem personalidade forte e tem conseguido se destacar por seus próprios méritos, isso não se pode negar.


Bom. Acho que é só isso, pois não conheço a prefeita pessoalmente. O que posso dizer é que ela precisaria ser copiada por muitos políticos de nosso país em todas as qualidades elencadas acima.


por: Professor Jânio

............................................................................................................................................................

sábado, 3 de outubro de 2009

As Olimpíadas do ENEM... E A "NOTA" VAZOU...


O ENEM é uma verdadeira Olimpíada do Conhecimento.

É verdade!

Agora vai precisar ser uma Olimpíada de paciência e de Fé.

É isso mesmo!

Muito tempo depois de ter superado o descrédito da sociedade brasileira quanto à sua capacidade de avaliar e de incentivar a melhoria da qualidade da educação em nosso país, o ENEM enfrenta sua pior crise: a de credibilidade.

O caso é tão sério e catastrófico que há que já levante a tese de extinção da prova.

Não é o caso, pois se fosse assim, teríamos que acabar com todos os vestibulares e concursos do país.

Contudo, o caso é de se preocupar e de se ter mais atenção quanto à metodologia de aplicação da prova.

E as Olimpíadas? O que têm a vê com isso?

Tudo... e Nada...

Ambos os eventos têm uma meta prioritária: atingir a grande massa de juventude de nosso país, só que com maneiras diferentes.

No mesmo período em que o Brasil conquista Olimpíada para o RIO DE JANEIRO, o país mergulha em um RIO de lamentações e protestos referentes ao escândalo do ENEM, onde questões da prova vazaram.

Qual o exemplo que a juventude pode ter? Que valores éticos ela pode representar a partir de eventos tão drásticos de corrupção?

Tomara que as Olimpíadas sirvam para intensificar o senso ético e moral dos jovens. Caso contrário, pode servir (ocorrendo desvios e escândalos) para ratificar o espírito do "jeitinho brasileiro", o mais ou menos, o lado malandro de ser.
Se o lado nefasto desta previsão se cumprir, NEM o Brasil fará bonito nas Olimpíadas, E NEM fará bonito no ENEM.

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

POLÍCIA FEDERAL - RESULTADO DO CONCURSO PARA AGENTE E ESCRIVÃO 2009

CONFIRA O RESULTADO DO CONCURSO PARA AGENTE E ESCRIVÃO DA POLÍCIA FEDERAL 2009.

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

O QUE ZELAIA TEM A VÊ COM O BRASIL? TUDO A VÊ...

Há quem se questione o porquê de o Brasil ter se envolvido tanto com a questão de Honduras. Isso é instigador e, no mínimo, curioso.


É imprescindível que voltemos no tempo e identifiquemos situação semelhante na história do Brasil.




No início da década de 60 começaram a ocorrer golpes de Estado como esse de Hoduras em diversos pequenos países da América. O Brasil, na época, não tomou medidas diretas no sentido de assegurar a Democracia nesses países. Assim, o golpe chegou ao Brasil, e aí, já não havia força suficiente para resistir a ele.







O presidente Zelaia, hoje, corresponde ao nosso presidente João Goulart, deposto em 1964 pelos militares antissocialistas, apoiados pelos Estados Unidos. Detalhe: Goulart era Socialista.










O presidente do Brasil, hoje, tem origens socialistas, o que o coloca em uma posição de alerta. Por que? Justamente porque se a idéia de golpes militares começar a retornar no mundo, mais à frente o próprio presidente Lula pode ser o alvo.
Haja vista ainda o fato de que tanto Zelaia quanto Lula serem muito "chegados" a Hugo Crávez.



É exatamente por isso que ele tem tomado medidas tão diretas no sentido de combater o golpe militar em Honduras, algo aparentemente inofensivo e distante de nós.



Estamos à beira de uma possível guerra ou, pelo menos, de sofrer ataques terroristas. Mas não tenho a informação de que algum país no mundo que seja hoje desenvolvido não tenha se envolvido em conflitos com outras nações. Ou mesmo, que não tenha se envolvido em guerras civis (o que não é o caso agora).


Mas o que se quer demonstrar, aqui, é o momento inusitado e emblemático pelo qual o Brasil está passando: destaque como país que supera a crise econômica e, ainda, país maduro na condução e mediação de conflitos internacionais (Haiti e Honduras). Além disso, houve maturidade do governo brasileiro por ocasião do acirramento dos ânimos entre Brasil e Bolívia (quando este último invadiu uma refinaria brasileira) e entre Brasil e Paraguai (devido a concessões de Itaipu).

O Brasil que se constrói levanta olhares no mundo inteiro e a solução eficiente desses conflitos tem projetado o nome do presidente Lula para dois possíveis caminhos: "o Prêmio Nobel da Paz" ou, ainda, a "Secretaria Geral da ONU". Será que ele vai conquistar algum desses pontos, ou os dois, ou nenhum?

E Chapadinha-MA, o que tem a vê com isso?



Chapadinha-MA está acordando, assim como o Brasil, para uma nova fase, uma nova perspectiva de relacionamentos políticos, econômicos e sociais. Haja vista a existência de uma gestorA municipal, algo inusitado somente conseguido pela honrosa Eurídice Almeida.

Chapadinha-MA só precisa acordar para todas essas transformações que ocorrem no mundo, no Brasil e no Maranhão para, com isso, projetar seu crescimento e seu desenvolvimento.


por: professor Jânio










quarta-feira, 16 de setembro de 2009

A LIÇÃO DO PROFESSOR LOBÃO...



O então ministro das Minas e Energia do Governo Federal em 2009, Edson Lobão, em audiência pública de comissão da Câmara dos Deputados que trata da questão do Pré-Sal, ao meio dia do dia 16 de setembro de 2009, afirmou que a UDN, partido do qual fez parte na época da Ditadura Militar e era o partido do poder, tinha o hábito de transformar acontecimentos simplórios em supostos atos radicais da oposição. Isso com o objetivo de afastar qualquer possibilidade de os cidadãos esclarecidos darem ouvidos às reivindicações e aos indicadores daqueles que não fazem parte do grupo dominante. Será que seus aliados políticos utilizam desses estratagemas em nível estadual e municipal?

Trazendo para a nossa realidade, isso ocorre de maneira veemente em nosso município. Pessoas que não fazem parte do grupo político do sr. "A" ou do sr. "B" são vistas com desconfiança por ambos os lados e, qualquer ação ou palavra de tom mais crítico soa como ataque político do grupo adversário. Qualquer pessoa que se ponha em uma posição crítica é entitulada como partidária do grupo contrário.


Isso cria problemas para a sociedade porque os reais problemas que a população enfrenta não são encarados efetivamente por causa dos embates diretos e indiretos dos grupos políticos dominantes.


É imprescindível que essa situação toda seja esclarecida e venha a ser superada no sentido de que os grupos políticos possam ver os problemas como eles são e que possam dar o real crédito às lideranças sociais que apontam as problemáticas sociais de nosso município.





por: professor Jânio

terça-feira, 15 de setembro de 2009

...ABAIXO O TEMPO DOS HOMENS DAS CAVERNAS...

O Ser Humano viveu por milhares de anos em cavernas ou em abrigos muito rústicos no período da Pré-História.

Até que um dia alguém (ou "alguéns") resolveu inovar e "fugir da tradição" popular.

Esse alguém decidiu fazer casas e constituir família.

Contudo, alguém da tribo disse que "isso iria acabar com a tradição e com a cultura popular": a cultura de comer carne crua e morar nas cavernas.

Entretanto, aqueles que aderiram (haja vista que foi a minoria), logo perceberam que a vida era bem melhor do que daquele jeito tradicional da cultura popular.

Assim, percebeu-se que era necessário EVOLUIR.

Sim, EVOLUIR!

E EVOLUIR significa analisar e, caso seu senso crítico considere plausível, acatar novos hábitos, mais saudáveis, mais éticos e mais dignos para a condição humana.

Aos poucos, aqueles muitos resistentes à "deturpação da cultura popular rústica" passaram a aderir e, aqueles que não aderiam, eram excluídos ou por si só eram autodestruídos pelo hábito de sua cultura.

Bom, vou dizer agora o que significa tudo isso.

Esta reflexão se aplica, neste momento, ao Festejo da Padroeira de Chapadinha. Muitos acham que a "tradição popular" da cidade é deixar que famílias sejam degradadas pela bebedeira, que a espiritualidade seja estuprada pelo barulho dos altofalantes ou pela venda de produtos à porta da Igreja.
Há que lembrarmos que Jesus, ao ver aquela bagunça à frente do templo, revoltou-se e chutou, protestou e, por isso, foi julgado contrário "àquela tradição popular de vender produtos à frente do templo".
Assim mesmo ocorre com o Padre Neves que, na tentativa de resguardar o verdadeiro sentido do Cristianismo e da simbologia da Festa da Padroeira, protesta, manifesta-se duramente contra esses hábitos arcaicos de pessoas que, se questionadas, provavelmente pouco sabem sobre a Doutrina Verdadeira do Cristianismo.
Não falo pelo Catolicismo, mas pelo CRISTIANISMO mesmo. Não conheço Igreja Cristã que defenda a bebedeira, a soberba e a ignorância para com as coisas espirituais.

Não há como contextar que o Festejo de Chapadinha está cada vez melhor. Melhor sim, para aqueles cidadãos civilizados que acreditam nos valores da família e da Religião. Mas para quem quer aproveitar o fereadão para encher a cara e, muitas vezes, "quebrar a cara num acidente ou numa briga", não é bom.


ass: professor Jânio









domingo, 30 de agosto de 2009

Marina Silva a guerreira da Amazônia!


Eu, professor Jânio, tenho a firme convicção que Marina Silva é a pessoa mais adequada a substituir o presidente Lula nas eleições presidenciais do próximo ano (2010).
Calma! Eu explico!

De origem pobre (assim como o presidente), proveniente de uma das regiões mais pobres do país (Norte. Lula é do Nordeste), e com uma bandeira de luta ainda mais universal que a do presidente Lula: a questão ambiental.

Marina tem fortes ligações com setores progressistas (de esquerda) da sociedade, especialmente da Igreja Católica, o que assegura a continuidade do projeto de socialização das riquezas do país.

Apesar de sua aparência pouco atrativa (para os Nazistas, é claro!), Marina tem um quê a mais que Lula: sua formação cultural e escolar elevada e reconhecida no mundo inteiro (por meio de diversas premiações internacionais).

Sua saída do PT (Partido dos Trabalhadores) e sua ida para o PV (Partido Verde) lhe colocou dentro de sua agenda de trabalho e de programa ideológico.

O fato de ser mulher torna a disputa eleitoral ainda mais picante, já que seria a primeira mulher a chegar à presidência do Brasil.

Quanto à sua origem amazônica (acreana), isso lhe dá um cacife a mais para projetar-se e projetar o nome do Brasil no exterior. Vejam bem, se o mundo tem levantado a bandeira de que o Brasil não tem moral para permanecer soberano sobre a Amazônia e que essa região é uma zona universal, Marina vem demarcar a soberania brasileira sobre aquela região sem, contudo, despertar ânimos de invasão ou de propaganda contrária ao Brasil, no exterior.

Por esses e outros motivos eu defendo a candidatura de Marina Silva para presidente, em 2010.

por: professor Jânio

domingo, 5 de julho de 2009

MINHA VISÃO SOBRE JOSÉ SARNEY

José Sarney é a expressão clássica de um político maquiavélico no sentido original da palavra, cunhado por Maquiavel no livro "O Príncipe".




Nesse sentido, Sarney reveste-se da roupagem que o contexto sociopolítico lhe impõe. Não que ele não tenha personalidade ou que ele seja uma espécie de "camaleão político". Não. Na verdade, sua visão política incorpora os princípios que regem os caminhos da política de sua época.

Em outras palavras, é realmente possível que agora ele esteja tentando acertar na gestão do Senado. Contudo, isso se faz mais por uma pressão social e do próprio PT por uma certa moralização de sua base aliada.

Sarney não tem se furtado a dar prosseguimento a esse processo de moralização. Só que tem sofrido as consequências dessa postura, justamente por seu enquadramento político, seja na história do Maranhão, seja na história do Brasil.

Não há como sabermos como seria o mandato de Sarney na Presidência da República em condições mais favoráveis do que as que enfrentou. Contudo, sua postura na coordenação política do Maranhão mostra que é muito hábil na arte da manutenção do poder.
O Maranhão se manteve como que um espaço encasulado desde o período da Ditadura Militar até meados da década de 2000. Quase não se sabia, fora do Estado, qual era a realidade social e econômica da população, além da realidade política.

Com a aproximação de Sarney e Lula, vieram à tona as contradições e, por conseguinte, as revelações. O Brasil passou a conhecer a realidade do Maranhão, o estado mais retrógrado politicamente do país. O estado que resguarda a última grande oligarquia proveniente seja do período pré, seja do período intra Ditadura Militar.
Talvez, o caminho do Maranhão, com o retorno da família Sarney ao poder, seja o de um último fôlego na tentativa de se manter forte no cenário político nacional. Contudo, esse retorno precisa estar permeado por dois elementos essenciais:
- compromisso com o social;

- rompimento com uma estrutura eleitoral e política de corrupção.

Somente dessa forma esse retorno será considerado triunfal e duradouro. Caso contrário, surgirão outros "Jacksons Lagos" para propor mudanças superficiais e salvaguardadas pela direita camuflada (de esquerda) do PSDB no Maranhão, exercendo práticas eleitoreiras e intrinsecamente corruptas.

por: Jânio R. Ayres Teles (filósofo)

terça-feira, 2 de junho de 2009

ALUNOS DO PEQUENO PRÍNCIPE

Em uma sala de aula da Escola O Pequeno Príncipe

Adoro essa escola!
.

sábado, 30 de maio de 2009

SARAU NA ESCOLA "O PEQUENO PRÍNCIPE"

Nesta noite do dia 30 de maio de 2009 estive na escola O Pequeno Príncipe para participar de um Sarau que se constitui parte de um curso de Psicanálise coordenado pela Dra. Teresinha Murta.
Senti-me lisongeado por estar vivenciando cultura em Chapadinha-MA.
Todo e qualquer evento que promova a elevação do nível cultural de nossa cidade terá o meu apoio.
P.J.

PROFESSOR JÂNIO - PERFIL

Sou o Professor Jânio.
Resolvi criar este blog após a insestência de algumas pessoas da sociedade chapadinhense que esperavam um espaço oficial pelo qual eu expressasse minhas opiniões e minha visão de mundo sem me preocupar em estar utilizando o espaço midiático de alguma entidade que represento.
Aqui, sou o único responsável por minhas palavras. Por isso, este é o espaço onde verdadeiramente poderei me expressar e dar o meu parecer acerca dos diversos acontecimentos, seja em nível local, seja em nível estadual, nacional ou mundial.
Sou formado em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Tenho Pós-Graduação em Docência do Ensino Superior pela Universidade Cândido Mendes do Maranhão.
Já lecionei em Instituições de Ensino Superior como a Universidade Estadual do Maranhão, Universidade Estadual do Piauí, o CRESU, dentre outros.
Atualmente (2008 e 2009), coordeno a Faculdade Interativa COC, em Chapadinha-MA, um centro de estudos a distância de alta tecnologia.
Sou Secretário Geral do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Chapadinha-MA, presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, Conselheiro Estadual das Cidades, Secretário Geral do Conselho Diretor do Município de Chapadinha-MA, presidente da Associação Polly Confecções, Secretário Geral do Partido dos Trabalhadores de Chapadinha-MA, dentre outros cargos.
(em edição...)